Imprimir esta página

O início da despedida do Portugal Social on the Road

O penúltimo dia da Portugal Social on the Road levou-nos à cidade invicta, deixando-nos já com sabor ao fim desta nossa aventura solidária. Dedicámos a nossa manhã a conhecer a Obra Diocesana do Porto (ODP), que conta já com 50 anos de história. No Centro da Pasteleira fomos recebidos pelo presidente desta instituição, Américo Ribeiro, que nos contou como a ODP ajuda a população mais carenciada, dirigindo os seus serviços sobretudo para as crianças e para idosos. João Pratas, colaborador dos Serviços Centrais da ODP explicou-nos que para além de uma creche, atelier de tempos livres, centro de dia e apoio domiciliário, esta instituição também tem um Centro de Apoio e Aconselhamento Familiar e 10 cantinas sociais.

Helder Santos, da Confederação Nacional das Instituiçoes de Solidariedade, também marcou presença na nossa atividade da manhã enaltecendo o papel da economia social no nosso dia a dia nas mais diversas áreas.

Nada melhor para perceber como funciona a ODP que visitar um dos seus centros. Na Pasteleira vimos o espaço da creche e salas de ocupação de tempos livres para as crianças em idade pré-escolar onde nos deliciámos com os olhares curiosos dos mais novos. Noutro edifício visitámos os utentes do centro de dia que nos receberam de sorriso aberto.

E porque uma instituição não vive só do trabalho feito junto dos seus utentes, tivemos oportunidade de visitar os bastidores da ODP, onde armazenam todos os alimentos e materiais que são distribuidos pelos vários centros, onde lavam toda a roupa das várias unidades e dos utentes e onde costuram a roupa de cama, toalhas e batas dos funcionários. Tudo num armazém enorme com poucos colaboradores que, como muita dedicação, conseguem “dar conta do recado”.

À tarde fomos turistas pela cidade do Porto, guiados pela Miriam Seixas, uma das nossas participantes que viveu durante oito anos na cidade invicta.

A noite trazia o sabor amargo do início do fim desta semana que única. A festa de encerramento começou com o testemunho de quatro participantes sobre a sua experiência neste Portugal Social on the Road: Daniel Aldeano (vermelhos), Francisco Lopes (Amarelos), Diana Nobre (azuis) e Francisco Cardoso (verdes) contaram como esta semana os fez mudar e enriquecer como pessoas.

De seguida todos os grupos apresentaram uma peça, musical ou teatral, que retratava algumas das atividades e peripécias das semanas fazendo-nos a todos recordar e ficar nostálgicos. Gonçalo Gil, diretor da Forum Estudante, elogiou o grupo de participantes pelo seu comportamento várias vezes mencionado pelas instuições por onde passámos. Parabenizou também a equipa técnica que acompanhou os participantes durante esta semana e a Cooperativa António Sérgio para a Economia Social (CASES), patrocinadora desta semana, pelo seu empenho. Por parte da CASES, esteve novamente connosco Carla Pinto, vice-presidente, que elogiou o profissionalismo da equipa da Forum Estudante e referiu que, em conversa com alguns participantes, percebeu a importância desta experiência e como a semana os marcou. Deixou ainda um desafio a todos: que levem o que vivenciaram para os seus amigos e dêm a conhecer o que é a economia social, por muitos ainda desconhecida. Para deixar nos ainda mais nostálgicos, tivemos oportunidade de ver várias fotos das atividades e experiências desta semana, para terminar a sessão e o dia.

Lido 191 vezes